Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

1º Fórum Metropolitano de Mobilidade Através da Bicicleta 2012

A Associação Brasileira de Ciclistas e Liga Santista de Ciclismo, têm a honra de convidar  a todos os Simpatizantes da Bicicleta  para participar do: 1º FÓRUM METROPOLITANO DE MOBILIDADE ATRAVÉS DA BICICLETA onde estarão participando vários Seguimentos da Mobilidade Urbana através da Bicicleta e formadores de Opinião e defensores do Meio Ambiente.

Foto de..:: Renato Marchesini
 
O evento será uma oportunidade para que os Candidatos a Prefeito da Cidade de Santos  possam  apresentar o seu  programa de governo especifico para a área de Mobilidade Através da Bicicleta com tema: “A Bicicleta e a Cultura da Paz, nos aspectos; Turismo, Lazer, Trabalho e Pequenos Percursos”. 

O Evento será realizado no Auditório da Associação Comercial de Santos, no próximo dia 31 de Agosto as 09h00min horas, dentro da Programação da 5º Semana do Ciclista de Santos.

Desenvolvimento: Todos os Candidatos a Prefeito de Santos terão 20 minutos para apresentação de seus programas relacionados com o Tema: MOBILIDADE ATRAVÉS DA BICICLETA, a mediação será realizada pelo Apresentador do Programa Ação e Reação da Santa Cecília TV Augusto Capodicasa.

O 1º FÓRUM METROPOLITANO DE MOBILIDADE ATRAVÉS DA BICICLETA é completamente horizontal e conta com o apoio de dezenas de pessoas, além de instituições. Inicialmente o evento foi concebido com a ajuda da sociedade civil, e de empresários.
Os convites são limitados e poderão ser adquiridos  60% para  integrantes de Associações de Ciclistas, 30% Convidados  e 10% Comunidades.
Certos de que poderemos contar com seu importante apoio, nos colocamos a disposição no aguardo de sua resposta.
Atenciosamente
Jesse Teixeira Felix - Presidente  www.abciclistas.com.br - 13 34634585 - 91350360
                             
 
 JUSTIFICATIVA:
O objetivo deste estudo interdisciplinar é situar o desenvolvimento como processo e utilizar este conhecimento para contextualizar a inserção da bicicleta na política nacional de mobilidade urbana, buscando compreender os fatores deste processo que inibem as iniciativas e estratégias dos setores e agentes dedicados a evidenciar os diversos aspectos positivos dessa inserção. Para atender ao objetivo proposto foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: pesquisa bibliográfica; pesquisa documental; levantamento de dados e pesquisa participante. A pesquisa bibliográfica e documental envolveu publicações técnicas e científicas, magazines, textos publicados por instituições governamentais e leis e/ou projetos de lei federais, decretos referentes à mobilidade urbana, pela pesquisa nos sítios eletrônicos de entidades nacionais e internacionais. Os atores/agentes abordados fazem parte dos setores governamental, técnico, indústria e comércio, e da sociedade civil relacionados à inserção da mobilidade por bicicleta na política nacional de mobilidade urbana, os quais foram chamados a contribuir por meio de entrevistas pessoais, viaskype, por telefone, através de mensagens eletrônicas. O resultado é um texto de revisão permeado por entrevistas e depoimentos de atores/agentes da política de mobilidade urbana, e em especial da política de mobilidade por bicicleta em nível nacional, que dialogam com a literatura técnico-científica ao longo dos capítulos que abordam: o Desenvolvimento da Sociedade; a Mobilidade Urbana na Agenda da Sustentabilidade Ambiental; a Mobilidade por Bicicleta nos Planos Governamentais Brasileiros e a Mudança do Paradigma: de Transporte para Mobilidade Urbana e Acessibilidade.

A palavra fragmentada “dês – envolvimento” revela a necessidade do paradigma capital-expansionista de reduzir as práticas sociais que mantém o foco nas necessidades humanas fundamentais. É dessa forma que a cultura ao carro se expandiu, ocupou espaço nas vias e nas vidas urbanas. Mesmo sendo uma opção que não resolve os problemas de mobilidade da maioria, a sociedade investe nesta forma de transporte de uma maneira que vai contra a equidade, a cidadania, coloca em cheque o valor social do transporte.

A mudança dos paradigmas da mobilidade urbana passa pela prioridade aos transportes coletivos, ao andar a pé e ao andar em bicicleta. É uma questão de cidadania, de justiça social, de sustentabilidade, de uso racional do espaço urbano. Mas existem barreiras a essa mudança, fazendo com que a mobilidade urbana sustentável precise ser trabalhada como um produto a ser assumido, é preciso a utilização de marketing social, pois a cultura favorável aos motorizados individuais está muito arraigada nas sociedades. Para que o poder público “tenha a coragem” de implementar a Política de Mobilidade Urbana Sustentável, e principalmente no que se refere aos investimentos relativos à mobilidade por bicicleta, é necessário que a população aceite, defenda, reivindique a mudança. Há um número crescente de usuários da bicicleta como transporte e de movimentos sociais de defesa da mobilidade por bicicleta no Brasil. A visibilidade desse segmento da sociedade, apesar de crescente, não tem sido suficiente para pressionar o poder público para mudanças mais significativas. Mas, entende-se que apesar de todos os problemas que os movimentos sociais enfrentam em suas lutas diárias, ainda são eles os responsáveis pelas mudanças sociais; e continuam a ser eles os fomentadores de uma consciência crítica.

(recicle suas  idéias, turismo, evento_programação)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz>>>

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..