Fique Antenado no Maior Blog de Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Seja Bem Vindo! Participe!............. Prêmio Top Blog 2013/2014 - 1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

Carregando...

sábado, 18 de abril de 2015

28º CIHAT 2015 - Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo 2015


Evento traz questões da nova economia, conectividade e empreendedorismo, gerando soluções práticas para as empresas e profissionais do setor
A Abresi – Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo, com o apoio da Confederação Nacional do Turismo, é a responsável pela realização do Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo, que este ano completa a sua 28ª edição. Com foco central na busca por inovação em soluções para a gestão e a promoção das empresas de viagens, hospedagem, gastronomia e lazer, o 28º. CIHAT reforça seu pioneirismo trazendo questões da nova economia em cooperação, conectividade, empreendedorismo e inteligência de negócios, gerando soluções práticas para as empresas e profissionais do setor.
Dentro do novo formato, teremos a FISTUR – MOSTRA DE INOVAÇÕES E TENDÊNCIAS com produtos e serviços para os empreendimentos do Turismo, o FÓRUM CNTUR DAS ENTIDADES CIVIS E SINDICAIS DO TURISMO BRASILEIRO, discutindo as relações políticas e de trabalho, o MEETUP FUTURE, que são encontros de grupos de empresários, profissionais, pesquisadores e novos talentos em torno do tema EMPREENDER O TURISMO DO FUTURO, STARTUPTUR, final e premiação do mais importante Concurso Nacional de Startups de Impacto dirigidas para o Turismo, os DIÁLOGOS ESSENCIAIS DO TURISMO com grandes nomes do Turismo, debatendo e sugerindo soluções de temas necessários para o desenvolvimento do setor, além dos TALKTOUR – PAINÉIS, profissionais renomados debaterão assuntos de interesse da área de desenvolvimento empresarial.
E não poderia faltar o FESTIVAL DE GASTRONOMIA, com mostras, degustações e workshops, trazendo renomados profissionais do setor, além do FÓRUM DE SUSTENTABILIDADE, voltado para discussões e tendências dos modelos de desenvolvimento sustentável.
O 28º. CIHAT acontecerá de 16 a 18 de novembro de 2015, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.
Inscrições no site www.abresi.com.br
Fonte..:: Abresi

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Itanhaém ganhará Pinacoteca no Centro Histórico


O local será reformado, terá acessibilidade e aquisição de equipamentos para a conservação do acervo.

Um espaço apropriado para receber exposições de artes plásticas e oficinas voltadas às áreas culturais será instalado na Praça Carlos Botelho, no Centro Histórico. Trata-se de uma Pinacoteca Municipal, que reunirá trabalhos de artistas locais. As obras para a adequação do prédio onde funcionava a Casa do Olhar Benedicto Calixto iniciam na segunda quinzena de abril.

O local será reformado e terá acessibilidade para pessoas com deficiência por meio da instalação de um elevador e a aquisição de equipamentos para a conservação do acervo, além da climatização e iluminação apropriada para a preservação dos materiais exibidos. Os serviços para adequação do prédio terão duração de aproximadamente 120 dias.

O recurso disponibilizado por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Carlos Giannazi é de R$ 150.000,00. Em contrapartida, as obras de instalações elétricas ficarão sob responsabilidade da Prefeitura de Itanhaém, totalizando um investimento de R$165.000,00.

EQUIPAMENTOS CULTURAIS – Além da implantação da Pinacoteca Municipal no Centro Histórico, a população tem mais três importantes equipamentos instalados na mesma região. São eles: Espaço Gabinete de Leitura, Museu Conceição de Itanhaém e a Biblioteca Municipal Poeta Paulo Bomfim.



ROTEIROS DE TURISMO EM ITANHAÉM
É com a Caiçara Expedições - www.caicaraexpedicoes.com


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Destinação de Resíduos Sólidos está longe do ideal na Baixada Santista

A produção crescente de lixo pela sociedade aprofunda a necessidade da tomada de decisões para ampliação dos processos de reciclagem, a melhor alternativa para amenizar os impactos ambientais e garantir novas fontes de renda.

Você sabe qual o destino do seu lixo? Muitos infelizmente não saberão responder a pergunta. Afinal o que acontece com os resíduos sólidos que todos geram diariamente, seja em casa ou no trabalho? Em uma sociedade cada vez mais consumista, onde ter é ser, a quantidade de resíduos apenas aumenta a cada ano, sem a devida conscientização do descarte.

Para se ter uma ideia, as nove cidades da região geravam por dia, em 2003, 884,8 toneladas, de acordo com dados da Cetesb. Após uma década (2013), passaram para 1.559,3 toneladas diárias (aumento de 73%). Em Santos, o aumento foi 251 para 389 toneladas por dia no período. Já a média diária de 2014, segundo dados da própria prefeitura, foi de 529,19. A reciclagem, porém, ainda representa pouco, em torno de apenas 3% do total produzido na Cidade.

E a pergunta vai além: o que as cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista projetam para os próximos anos, tendo em vista que o Aterro Sítio das Neves, na área continental de Santos, local que recebe o lixo de oito das nove cidades da região, tem apenas seis anos de vida útil, de acordo com declarações do presidente da Cetesb, Otávio Okano, que também divulgou como opção a implementação de incinerador de lixo, abrindo uma ampla e polêmica discussão. O tema foi, inclusive, debatido em ato público realizado pelo Fórum da Cidadania, que divulgou manifesto com argumentos contrários a esta opção.

Além disso, nenhuma das cidades aplica na totalidade a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que prevê a destinação ambientalmente adequada de todos os resíduos e rejeitos. O prazo atual é que a partir de 2016 os aterros só recebam materiais que não sejam reaproveitáveis ou recicláveis. Além de instituir a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos: dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, o cidadão e titulares de serviços de manejo dos resíduos sólidos urbanos na Logística Reversa dos resíduos e embalagens.

Para a bióloga Ingrid Oberg, que atualmente está de licença do cargo de diretora do Ibama/Santos, o modelo de sociedade atual não funciona de maneira ecossistêmica e as pessoas não se preocupam com o que geram, tirando de si esta responsabilidade, mas acredita que existem soluções. “Vários países já conseguiram. A Suécia, por exemplo, implantou uma lei parecida em 1972. A política nacional, mesmo vindo atrasada, é um avanço. O que falta na Baixada é os municípios realmente se juntarem. Cada um fez seu plano apenas para constar, mas ainda não houve uma união para fazer uma proposta conjunta. Se cada município pensar algo, fica mais caro e difícil de concretizar. A solução deve ser unificada”, explica.

O incinerador, de acordo com Ingrid, não é solução. “Para ser viável economicamente precisaríamos mandar tudo para ele e isso vai contra a lei. Apenas com o rejeito não fecharia a conta. Além de ter um custo alto, de milhões, não resolverá o problema”, acrescenta.

Assim também acredita o engenheiro e professor da Unisanta Élio Lopes dos Santos, que explicou em sua apresentação na reunião do Fórum que os incineradores geram outros tipos de resíduos, muito mais poluentes. “Esta proposta é incoerente. Se for para buscar outras tecnologias porque não se fala do plasma que não gera poluentes. O mais grave de tudo isso é que países mais desenvolvidos estão abandonando a tecnologia (incinerador). O problema está na manutenção dos equipamentos para não gerarem poluentes cancerígenos no ar”, conclui.

Para Ingrid Oberg, o biodigestor – que gera adubo e metano (para energia) – tem um custo menor e poderia ser solução para os resíduos orgânicos, que também não têm descarte correto em algum município da região. A reciclagem, com campanhas para separação, além de incentivos e parcerias com cooperativas, também vem de encontro ao que realmente é necessário, segundo ela.

Já Elisabeth Grimberg, coordenadora de Resíduos Sólidos do Instituto Polis, também presente na reunião do Fórum, explanou sobre a preocupação da instituição nos projetos de incineradores em cidades de São Paulo, sendo que na região, Praia Grande já se posicionou oferecendo terreno. “Temos que nos posicionar como sociedade para exigir o destino adequado aos resíduos secos, orgânicos, gerando inclusive renda. Temos que parar de tratá-los como lixo sem valor. Além de exigir a questão da responsabilidade por conta das indústrias e empresas”.



..:: Aterro é destino de reciclados

De segunda a sábado, os caminhões de coleta seletiva percorrem os bairros de Santos. Cada local é atendido uma vez por semana, que coletam os resíduos que serão levados à Usina de Separação de Materiais, na Alemoa. Diariamente, chegam cerca de seis cargas. De acordo com o coordenador da Usina de Triagem de Resíduos Sólidos, João Maria Batista Leonez, o número de veículos na rua aumenta principalmente em feriados e temporada. Ele, que trabalha há sete anos neste ramo, conta que – na época quando iniciou o serviço – o local recebia cerca de 100 toneladas/ mês. Hoje, no período de verão, este número chega a 400 toneladas/mês.

Nesta época, como a demanda é superior à mão de obra há acúmulo. “Há resíduo para ser separado desde janeiro, mas acredito que até o final de abril conseguerimos zerar este atraso”, destaca. O coordenador reconhece que a coleta, assim como o número de pessoas que trabalham no local, não é o suficiente — especialmente na temporada. “De tudo que acaba indo para o aterro depois da triagem, cerca de 40% poderia ser reciclado. O volume, porém, é muito grande e ele é mandado para o transbordo que o encaminha ao aterro na área continental”.

Além disso, por mais que hoje o cidadão já tenha maior consciência, chegam muitos materiais lançados equivocadamente. João explica também que diferente do que as pessoas acreditam os resíduos não são triturados pelo caminhão, mas compactados. “O vidro, por exemplo, deverá ser quebrado aqui de qualquer forma”, explica. Mesmo longe do ideal, a Usina, segundo Leonez, serve de referência a outras cidades.

O programa é executado pela Prodesan e a separação é realizada por usuários do Programa de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde.

..:: Projetos
De acordo com a secretária de Meio Ambiente de Santos, Marise Céspedes, projetos para aumentar o número da coleta destes materiais serão lançados. “Nesta semana, fechamos parceria com a empresa 3r para criação de postos de coleta pela Cidade, onde cada cidadão que contribuir receberá um cartão que dará direito a créditos em supermercados que serão parceiros. No futuro, também teremos mais uma cooperativa atuando além da atual Cooperativa para Todos, que já funciona no local. O intuito é fortalecê-las, promovendo o auto-sustento”, explica.

Fonte..:: BoqNews

terça-feira, 14 de abril de 2015

Unesco abre financiamento para projetos de conservação - Programa Homem e a Biosfera (Man and the Biosphere – MAB)

O Programa Homem e a Biosfera (Man and the Biosphere – MAB) da Unesco está oferecendo financiamento para projetos de pesquisa em conservação através do “Young Scientists Awards”. 

É dada prioridade aos projetos desenvolvidos nas Reservas da Biosfera mundo afora, incluindo a da Mata Atlântica. 

Os valores ofertados vão até 5 mil dólares para apoio a pesquisas em ecossistemas, recursos naturais e biodiversidade. 

A data limite para inscrição é 31 de Outubro 2015. O material é acessível pelo


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Turismo será o principal gerador de empregos do Rio Grande do Norte

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), assegurou em coletiva de imprensa realizada na 38ª Aviesp, no Expo Dom Pedro, que seu compromisso “é fazer do turismo o maior gerador de empregos” do Estado do Nordeste. Para isso, o desafio será grande, pois como o próprio apontou, o setor era “tratado de forma amadora e secundária nas gestões anteriores”.

Foto: Fernando Bezerril, secretário de Turismo de Natal, Aninha Costa, do Emprotur, Marcelo Matera, da Aviesp, Robinson Faria, governador do Rio Grande do Norte, Ruy Gaspar, secretário de Turismo de Natal, e Fernando Santos, da Aviesp

Atualmente, o turismo é responsável pela criação de 100 mil empregos, assim como a área têxtil, como apontou Faria e, segundo ele, sua gestão está incumbida de melhorar os números. “Nossa intenção é de dobrar o número de empregos, ou seja, 200 mil postos ao menos na capital (Natal)”, pontuou, afirmando que a recente decisão de desonerar o querosene da aviação para as companhias aéreas do Brasil e o investimento de R$ 35 milhões em melhorias no Centro de Convenções são propulsores para tal.

À frente do cargo desde 1º de janeiro, Faria não poupou críticas ao seu oponente Henrique Alves (PMDB), segundo colocado nas últimas eleições para o governo do Rio Grande do Norte e atualmente cotado para assumir o ministério do Turismo do governo de Dilma Rousseff. “Ele é meu adversário, mas se ele possivelmente assumir (como ministro), acho que seria positivo para o Rio Grande do Norte. Ele ainda tem muito que devolver para nós com seus quase 50 anos de vida política”, disse.

Desavenças à parte, o governador Robinson Faria conta com uma equipe de experiência no segmento turístico que se fez presente na mesa. O secretário de Turismo Estado, Ruy Gaspar, é do ramo hoteleiro (do Ocean Palace), a presidente do Emprotur, Aninha Costa, veio das agências de viagens (Potiguar Turismo, receptivo em Natal) e, finalmente, o secretário de Turismo de Natal, Fernando Bezerril, é empresário do ramo gastronômico.

OLHAR PARA FRENTE
Com projetos para realizar ao longo dos seus quatro anos de mandato, Faria aposta em trabalhos que, segundo ele, nos últimos anos sequer foi considerado pelas lideranças anteriores. “O meu trabalho prioriza o lado social e, atrelado com o turismo, eu pretendo criar a Escola do Artesão, que valoriza o nosso belíssimo artesanato e fortalece o setor”, finalizou.

Fonte..:: Panrotas


Festival Nacional da Cultura e Esporte Indígena em Bertioga - 2015


Próxima saída programada:
19-04-15 (domingo)
Informações e reservas:
Tel: (13) 3466-6905



quarta-feira, 8 de abril de 2015

Crescimento reflete tendência mundial de busca pelo turismo de natureza e Brasil desponta como um dos principais destinos

O país de maior potencial em turismo de natureza do mundo, de acordo com estudo do Fórum Econômico Mundial, registrou, em 2014, um número recorde de turistas brasileiros e estrangeiros em seus parques nacionais. Apenas o da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, recebeu 3,1 milhões de visitantes, número que cresce ano a ano desde 2011. Da mesma forma, o Parque do Iguaçu (PR), famoso pelas Cataratas, também alcançou um número inédito: mais de 1,5 milhão de pessoas.
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, afirma que o órgão prepara as cidades do entorno para lidar com o aumento de visitantes, investindo em qualificação profissional, e viabiliza recursos para a infraestrutura dos parques em parceria com o ICMBio. “O potencial de crescimento é enorme. As belezas naturais podem atrair um número cada vez maior de visitantes”, disse. A visitação de parques nacionais passou de 1,9 milhão em 2006 para seis milhões em 2013. Os números de 2014 ainda não foram fechados pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela administração dos parques.
Os Estados Unidos registram mais de 282 milhões de pessoas nos 401 sítios administrados pelo National Park Service, órgão federal responsável pelos parques americanos. Eles geraram US$ 30 bilhões de receita e 252 mil empregos com a visitação desses parques.
A procura pelo turismo de natureza é uma tendência mundial. Segundo a Organização Mundial do Turismo, a expansão do segmento está entre 15% e 25% ao ano. A fim de preparar o país para atender a essa demanda, o Ministério do Turismo considera a estruturação dos parques e o aumento das visitações como prioridade estratégica do Plano Nacional do Turismo (PNT).
O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) é um exemplo de como o investimento em infraestrutura pode impulsionar a visitação. O recorde de público foi no ano passado – 39 mil turistas, quase 10 mil a mais do que em 2013. O resultado se deve, segundo Carla Guaitanele, chefe da unidade, a dois fatores: deixou de ser obrigatória a presença de guias acompanhando os turistas e foi concluída uma obra de asfaltamento da rodovia que leva à Vila de São Jorge, no município de Alto Paraíso (GO), porta de entrada para a Chapada.
Outro exemplo de parque que registrou recorde de visitação é o de Itatiaia, no Rio de Janeiro. Com localização privilegiada, próximo a grandes centros emissores de turistas, como São Paulo e Rio de Janeiro, e com fácil acesso por meio de rodovias, o Parque Nacional de Itatiaia recebeu 118 mil turistas em 2014.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Sistema Financiar: Aproxima os pesquisadores e gestores das fontes de recursos para seus projetos

Sistema Financiar (https://www.financiar.org.br/index.php) que é um sistema de busca, via web, que disponibiliza para pesquisadores, professores, gestores e empresários informações sobre fontes financiadoras para projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I).

Nele você tem acesso a:

  • • Editais e Chamadas
  • • Prêmios
  • • Bolsas e Estágios
  • • Auxílios a Eventos, Publicações e Viagens


As oportunidades são apresentadas de forma resumida, apresentando itens como descrição, data limite, forma de solicitação, valor financiado, elegibilidade, requisitos, restrições, contatos e dados da agência de fomento.

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..