Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Da Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

Carregando...

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

QUILOMBO DO JABAQUARA em Santos SP (c. 1890)



Da coleção de José Marques Pereira (acervo IHGS), rara imagem fotográfica do Quilombo do Jabaquara, comunidade liderada por Quintino de Lacerda. 

Chegou a ser considerado o segundo maior do Brasil, abrigando cerca de 10 mil escravos, ficando atrás apenas do Quilombo dos Palmares, liderado por Zumbi, que tinha cerca de 20 mil.

::: Origem :::
Para abrigar a população escrava fugida do interior que chegava a Santos desde 1870, em 1882, numa iniciativa liderada pelos abolicionistas Américo Martins, Xavier Pinheiro e Francisco Martins dos Santos, resolveu-se criar o quilombo, utilizando uma área cedida pelo empresário Mathias Costa. A fim de manter a ordem na comunidade, foi escolhido para a tarefa o recém alforriado Quintino de Lacerda (Natural de Itabaiana - SE, de onde veio como escravo em 1874). Ele ficou tão conhecido e popular, que chegou a se eleger vereador em 1895, e até exerceu a presidência da Câmara.

Com a abolição da escravatura, em 1888, os quilombos perderam a função e sua população se dispersou.


 

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Curso de História de Santos nos séculos XIX e XX: moda, consumo e sociabilidades.


Ao longo dos séculos XIX e XX, Santos se notabilizou por ser considerada uma das cidades mais importantes do país, pois garantiu concentração de capital nacional e estrangeiro com a modernização do porto e a exportação de café. Neste período, a sociabilidade de seus moradores foi marcada pelo consumo de bens de serviços e a moda, que ocuparam espaço privilegiado na vida dos santistas e vicentinos, moldando definitivamente a silhueta cultural da região. Os cafés, as casas de secos e molhados, os armarinhos, o comércio, o cinema, a praia e as casas de banho, dentre outros elementos, serão abordados no curso. Quer saber mais? Inscreva-se! 

Gratuito e com certificação, o curso será ministrado pelos professores Wilma Therezinha F. de Andrade (dia 8/10), Gilvan Leite (dia 15/10), Joana Monteleone (dia 22/10) e Carlos Finochio (dia 29/10). Aos sábados, sempre das 9h às 13h. Carga horária: 30 horas.

Local: Auditório do Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos, Rua Alan Ciber Pinto, 96, Santos-SP

As Inscrições são gratuitas e limitadas e devem ser feitas pelo telefone (13) 3229-2703  ou pelo e-mail resjesantos@gmail.com - www.engenho.prceu.usp.br





segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Livro Arquitetura: ambiente e sustentabilidade



Diante do novo “boom imobiliário” vivenciado a partir da virada do século XX, com o incremento do crescimento econômico na região da Baixada Santista e no país, este capítulo procura avaliar os impactos urbanos e ambientais causados pelo processo de verticalização das construções na zona da orla de Santos. Como estudo de caso, analisa as transformações urbanas e os impactos socioambientais decorrentes do fenômeno da verticalização no bairro da Ponta da Praia, um dos bairros que mais tem recebido investimentos do setor imobiliário na cidade de Santos.

Para tanto, busca analisar aspectos urbanos (valorização imobiliária; uso e ocupação do solo; sistema viário e mobilidade urbana) e ambientais (ventilação, insolação, poluição visual e ambiental). Como também, as (inter)relações, conflitos e contradições entre o modelo de desenvolvimento urbano adotado (cidade real) e o idealizado (cidade legal – leis urbanísticas) no contexto da valorização do espaço urbano e da sustentabilidade do meio ambiente urbano. Tal capítulo tem como base, estudos realizados na tese de doutorado de Viana (2010), bem como na pesquisa de iniciação científica na graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Católica de Santos, realizada por Silva (2015) no período de 2014 a 2015.

Leia esse e outros artigos acadêmicos na publicação - AQUI PDF



 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O Tempo Passa e o Tempo Voa..... E Pontos Turísticos de Peruíbe sofrem com má Conservação


clique na imagem para ampliar
Fonte..:: Jornal A Tribuna, 23 de setembro de 2016.

Para ver matéria on-line no Jornal A Tribuna AQUI


..:: O Tempo Passa e o Tempo Voa....

E infelizmente não é de hoje, vejam matéria que publicamos em 15 de julho de 2014... 

"Abandono! Destruição no Mirante de Peruíbe SP / Ruínas do Abarebebê fechadas para Manutenção Peruíbe SP" AQUI Matéria.


Mais de 2 Anos se passaram e nada de Melhorias neste Pontos Históricos, Culturais e Turísticos.... E até é possível afirmar que pioraram.

..:: Papinho que não Cola Mais
Em Nota a Matéria a Prefeitura "Gestão Pública" nada justificou ou se posicionou quanto as soluções....E Todos sabem que os lugares sofrem pelo abandono e falta de manutenção. Somente continuam justificando o problema e empurrando com a barriga...Passou a hora de mostrar Trabalho!








quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Cidade Para Quem? Olho no seu Voto!



O coletivo Olho no Voto convida a todos e todas a participarem nas atividades da campanha cidade para quem? olho no seu voto, cujo objetivo é desafiar os candidatos a cargos eletivos a se comprometerem a respeitar e realizar o Direito à Cidade.

Na próxima sexta-feira (23/09), vamos organizar um projetaço pelo direito à cidade -- projeções simultâneas de imagens e frases em paredes e muros da cidade, mais metralhadoras de luz --, às 18h no Largo da Memória, ao lado da Estação Anhangabaú, e às 20h na Praça Roosevelt. Na ação, vamos coletar depoimentos para saber a opinião das pessoas sobre o que pensam a respeito dos temas que envolvem o direito à cidade para, mais tarde, enviá-las aos candidatos.

Outro evento programado, é uma conversa que ocorrerá na Avenida Paulista, em frente ao shopping Cidade São Paulo, no próximo domingo (25/09), às 11h, com intervenções culturais e artísticas, para promover os temas do Direito à Cidade. Todos os candidatos à prefeitura serão convidados a fazer parte dessa conversa e debaterem com a gente durante a ação.


Temos de pressionar -- juntos -- por um voto consciente e para que os candidatos assumam o compromisso de defender o direito à cidade. A campanha "cidade para quem? olho no seu voto", portanto, convida a todos para apoiar as seguintes propostas:

  • Garantir a efetivação da função social da cidade e propriedade;
  • Combater a especulação imobiliária e a privatização da cidade;
  • Combater os vazios urbanos e imóveis subutilizados;
  • Aplicar o princípio da função social das áreas públicas;
  • Combater qualquer forma de despejo e garantir a segurança jurídica da posse;
  • Criar programas de regularização e urbanização de favelas;
  • Garantir o direito à mobilidade e transporte público de qualidade;
  • Garantir o respeito à diversidade;
  • Promover a ampliação dos espaços públicos;
  • Ampliar a participação direta da população nas decisões relativas ao desenvolvimento urbano das cidades, promovendo a gestão democrática e participativa das cidades,
  • Promover a democracia direta, com mecanismos como plebiscitos e referendos relativos a temas de grande impacto na vida nas cidades;
  • Manter o programa de ruas abertas;
  • Apoiar a descentralização da gestão municipal;
  • Combater a privatização da cidade e a desigualdade entre suas regiões;
  • Promover as políticas municipais que fortaleçam os processos de produção social do hábitat.  
  • Promover moradias adequadas que sejam construídas em áreas centrais, utilizando a infraestrutura urbana já existente


Participaram das reuniões para construção da campanha Olho no Seu Voto São Paulo:

Ação Educativa
Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (ABONG)
Central de Movimentos Populares (CMP)
Centro Gaspar Garcia Direitos Humanos
Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM)
Engajamundo
Escola de Cidadania
Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU)
Federação das associações comunitárias do Estado de São Paulo 
Frente de Luta por Moradia (FLM)
Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU)
Instituto Pólis
LabCidade (FAU/USP)
Ong projeto geração .
Oxfam Brasil
Plataforma Global pelo Direito à Cidade (PGDC)
Povo em Ação
Rede Nossa São Paulo (RNSP)
Revista Contraste
Sindicato dos Arquitetos de São Paulo (SASP)
TETO Brasil
União Nacional por Moradia Popular (UNMP)


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Prêmio Comunidade em Ação 2016 - Fomento ao Turismo Comunitário

Prezados Amigos, neste ano a Caiçara Expedições foi selecionada a participar do Prêmio Comunidade em Ação. Super Felizes!!!

..:: O Prêmio

O Prêmio Comunidade em Ação é uma parceria entre A Tribuna e a Ultracargo, que tem por objetivo valorizar as ações voluntárias de pessoas ou grupo de pessoas que abdicam de seu tempo em benefício de causas sociais.



..:: O Trabalho: Fomento ao Turismo Comunitário

Todos que nos conhecem e acompanham o trabalho da Caiçara Expedições sabem da legitimidade de nossos esforços em Fomento ao Turismo Comunitário. 

O turismo comunitário diz respeito a atividades e serviços ligados a comunidades que recebem visitantes. Muito mais que um segmento de turismo, o turismo comunitário é visto como uma ferramenta ou um instrumento de organização das comunidades, que exige que as famílias se envolvam de forma ativa em todas as etapas do trabalho: no planejamento, na execução, na avaliação e no monitoramento das atividades.

O turismo comunitário vem a ser uma opção de atividade para a comunidade, permitindo-lhes trabalhar no ecossistema local e em seu próprio espaço, divulgando suas tradições, conhecimentos e tão rica cultura. (MARCHESINI, 2012).

Acreditamos muito nesta atividade, pois ela transforma quem recebe (visitado) e transforma quem visita (viajante). Uma experiência marcante e transformadora. 

“TURISMO COMUNITÁRIO É ARTESANAL” Renato Marchesini

O projeto visa o envolvimento (planejamento regional), onde o turismo comunitário representa alternativa econômica e a educação ambiental, o exercício pleno de cidadania, com base na consciência de valorizar bens natural e cultural e toda sua transversalidade. 


..:: Área de Atuação

Os Projetos são realizados e desenvolvidos nos bairros da Ilha Diana e Caruara em Santos, Cota 200 em Cubatão e está em fase estudos e de implantação nos Morros de Santos e no Instituto Favela da Paz (Comunidade do Jardim Nakamura e Jardim Ângela, em São Paulo).



Vote no Projeto - Fomento ao Turismo Comunitário!

O seu Voto contribui e muito para impulsionarmos cada vez mais este que é um grande trabalho de transformação. Nos ajude com essa "Rede de Cooperação" !!!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***



..:: Como Votar ::..

É muito fácil! Entre no link : https://goo.gl/NJlsv9

Você verá a imagem abaixo. Clique em Votar. 
Depois confirme seu Voto via seu perfil do Facebook




A Votação é até o dia 7 de outubro. Você pode votar 1 Vez por dia!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***



..:: Veja a Matéria ::..

Conheça o nosso projeto: "Turismo para a Vida, roteiro de futuro"


Para visualizar matéria arquivo PDF ampliada AQUI

Veja também a Matéria no link Jornal a Tribuna AQUI 




Vote no Projeto - Fomento ao Turismo Comunitário!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***







Iº Semana da Mobilidade Cicloviaria da Baixada Santista – 2016

Associação Brasileira de Ciclistas e Liga Santista de Ciclismo, tem a honra de convidar Todos , para participar da    Iº Semana da Mobilidade Cicloviaria  da Baixada Santista – 2016, evento que será  promovido entre 18 e 25 de setembro, Passeios ciclísticos- Palestras- Debates -Exposições de Bicicletas,  Eleição da Cidade símbolo da Bicicleta  da Baixada Santista farão parte deste evento.

Em vários lugares da Baixada Santista, pretendemos  mostrar a mudança de postura de toda a sociedade no esforço para alavancar a mobilidade Cicloviaria , segura e acessível que priorize o uso democrático do sistema viário pelos seus diversos atores – pedestres, ciclistas e  motoristas.

A rápida expansão da malha cicloviária da Baixada Santista buscam garantir a segurança dos atuais usuários de bicicleta e também atrair mais viagens para este modal , ao criar espaços seguros por meio de uma rede cicloviária mínima que atenda aos desejos de viagem dos cidadãos, a tendência esperada é o aumento do uso da bicicleta na cidade, seja de forma cotidiana ou esporádica. 

No entanto, a incorporação efetiva da bicicleta nas políticas de mobilidade, tal como estabelecida pela Lei Federal 12.587 (que instituiu a Política Nacional de Mobilidade Urbana) aprovado em 2014, exige que o esforço de constituir indicadores para esta forma de transporte seja ampliado na Baixada Santista e Litoral , pelos seus principais atores .

Associação Brasileira de Ciclistas e Liga Santista de Ciclismo  realizou um Estudo  com objetivo de consolidar o histórico da política de mobilidade por bicicletas na Baixada Santista e Litoral , propor sugestões para alguns de seus componentes estratégicos e analisar as redes cicloviárias implantada até o momento. “O desenvolvimento de uma política de mobilidade que contemple a bicicleta não deve ser entendida apenas como a construção de infraestrutura para seu uso como veículo, já que ela tem um papel fundamental na mudança do comportamento de mobilidade das pessoas”, .

Sendo assim, estaremos abordando os assuntos para o  fortalecimento das políticas relacionadas à mobilidade por bicicletas, em toda a Baixada Santista e Litoral ,para que possa  atrair novos usuários, consolidando a bicicleta como uma alternativa real de transporte para a população e colaborar com o planeta.

 Por isso, desde 2006, temos acompanhado e usufruído do investimento robusto na expansão das faixas exclusivas para bicicletas . 

 Assim, acreditamos, que os Prefeitos da Baixada Santista e Litoral são responsáveis  em  construir um novo paradigma de Mobilidade ,para seus  atores principais e dar uma resposta a altura do que a população espera , chega de promessas vamos a luta. uma vida vale muito

 Também terá cunho EDUCACIONAL, sendo demonstrado através de mini palestras, sobre o destino das doações das Roupas arrecadadas pela Campanha do Agasalho 2016  (15’ cada) a importância de se pedalar em uma cidade que possui 50% de ciclovias construídas, incentivando e conscientizando a população dos benefícios oferecidos ao pedalar como exemplo:

a-) combater o stress e a depressão;

b-) reduzir o colesterol e triglicérides;

c-) aumentar a imunidade;

d-) diminuir a pressão arterial;

e-) evitar o infarto entre outros.

Além é claro da conscientização de ser necessário em um mundo que não suporta-se mais veículos nas ruas trazendo inúmeros transtornos e prejuízos principalmente o financeiro a população e ao Governo. Ao usar a bike estarão fazendo um bem a cidade e consequentemente a própria população, trazendo a responsabilidade para si da importância da Mobilidade Urbana, e dos demais benefícios envolvendo o meio ambiente, não poluindo assim, com os gases tóxicos provenientes dos veículos, não causando stress com o trânsito caótico, benefícios à saúde, entre outros.

O cunho AMBIENTAL também estará presente neste evento tentando conscientizar a população da importância de deixarem seus veículos em casa e irem trabalhar, estudar, etc. de bicicleta, trazendo as informações necessárias como exemplo que os seguintes gases tóxicos que são expelidos pelos veículos abaixo descritos são prejudiciais à saúde:

a-) Óxido de Nitrogênio (conhecidos como importantes poluentes da atmosfera, são emitidos na atmosfera pelos motores de combustão);

b-) Dióxido de Enxofre (resulta da queima do enxofre. Reduz a visibilidade e causa a chuva ácida, que provoca a corrosão de construções e a destruição da vegetação);

c-) Dióxido de Carbono (não faz mal ao homem, mas é o principal causador do efeito estufa);

Prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a Semana da Mobilidade é tem ser realizada pelos  órgãos que compõem o Sistema Nacional de Trânsito, em favor da Bicicleta.

 Estarão Participando deste evento Especialistas em Mobilidade  ,Associações de Ciclistas ,Simpatizantes da Bicicletas, Autoridades Civil,Militar e Acadêmicos dos Cursos de Educação Física,Jornalismo e Arquitetura e alunos Técnicos de Meio Ambiente .  

..:: Confira a seguir a programação completa:

• Terça-feira (20)
19h30 às 20h45 – Palestra aberta ao público sobre o que pode ser feito para melhorar a circulação das bicicletas em Santos - Local: Universidade Paulista (UNIP)

• Quarta -feira (21)  As 12:00 hs - Visita Técnica na Ciclovia da Avenida São Leopoldo

• Quinta-feira (22)
10h – Palestra aberta ao público sobre ‘Santos cidade das bicicletas’, na Prefeitura Municipal de Santos.
19h – Passeio ciclístico do ‘Dia Mundial Sem Carro’, na Praça das Bandeiras, no Gonzaga.

• Sexta-feira (23)
16h – Inauguração do ‘Ponto dos Ciclistas’, ao lado do Carrefour, em São Vicente.

• Sábado (24)
16h – Passeio Ciclístico da Primavera
Concentração: Shopping Pátio Iporanga

• Domingo (25)
12h – Encerramento com a colocação de flores no símbolo dos ciclistas, em frente ao teleférico, em São Vicente.

Por..::  Jesse Teixeira Felix - Presidente



Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..