Turismo consciente na
Costa da Mata Atlântica

terça-feira, 12 de junho de 2012

Aranha VIÚVA NEGRA (Latrodectus curacaviensis)

Características - seu nome é originado do fato de o macho ser muitas vezes menor do que a fêmea e, na época de acasalamento, ele ter de ser muito veloz na cópula, pois se a fêmea o percebe por baixo de seu corpo, ele é invariavelmente ingerido como alimento. São aranhas pequenas, a fêmea medindo de 2,5 a 3 cm (o corpo com 1 a 1,5 cm) de comprimento e o macho é de 3 a 4 vezes menor. Possuem o abdômen globoso, ooteca esférica. A coloração é preta, com manchas vermelhas no abdômen e às vezes nas pernas. Apresentam desenho de cor vermelha, em forma de ampulheta, na face ventral. São conhecidas também por flamenguinhas. 

Habitat - sob vegetação arbustiva e também perto de residências. 

Ocorrência - em todo o Brasil. 
Hábitos - não são agressivas, picam somente quando comprimidas ao corpo, como por exemplo quando calçamos um sapato, ou colocamos um boné. São sedentárias. Podem viver aglomeradas em grupos, porém não são aranhas sociais. Pode-se encontrar uma pequena quantidade de viúvas-negras com teias próximas umas das outras. No entanto, cada uma possui sua própria teia. Constroem e vivem em teias irregulares sob vegetação rasteira, em arbustos, plantas de praia, barrancos, etc., em lugares escuros.
 
Alimentação - carnívoras, alimentando-se de moscas, mariposas, formigas, besouros, escorpiões e outras aranhas . Havendo falta de alimentos, pode ocorrer canibalismo (alimentam-se de membros da mesma espécie). 

Reprodução - o casulo onde os ovos são depositados é maior que o corpo da aranha. Dele saem dezenas de filhotes.
 
Predadores naturais - aves 

Ameaças - matança indiscriminada. 

Cuidados - sua peçonha neurotóxica possui ação difusa sobre o sistema nervoso central, medula, nervos e músculos lisos.  Geralmente, seu veneno
é extremamente potente e mortal. Porém, a espécie brasileira não oferece perigo aos seres humanos, tanto que não se produz soro, no Brasil, para este tipo de acidente. Logo após a picada, aproximadamente depois de 35 minutos, inicia-se uma dor local, do tipo mialgia, de intensidade e extensão variáveis, sudorese, agitação psicomotora, podem ocorrer também a taquicardia, hipertensão arterial e arritmias cardíacas, dores abdominais, cãibras. O veneno da viúva negra tem ação neurotóxica. Vítimas como crianças, pessoas com cardiopatias, gestantes e idosos, são considerados como do grupo de risco, devendo ser o tratamento, mais intensificado devido a probabilidade de posteriores complicações. Havendo necessidade, pode-se importar o soro anti - latrodectus fabricado na Argentina e na Venezuela. Seu tratamento pode recomendar a soroterapia mas, normalmente, é feito acompanhamento médico e tratado conforme a sintomatologia. 

(papo de biologia)
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz ...

..:: Google Analytics ::..