Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Turismo sustentável: novo conceito de competitividade nos negócios

Solução desenvolvida pelo Sebrae orienta pequenos empresários a implementarem boas práticas nos estabelecimentos e monitorarem resultados obtidos

Além do modismo, o termo sustentabilidade veio para ficar também no segmento do turismo. Alguns hotéis no Brasil, de diferentes tipos, portes e localização, já se deram conta da importância de adotarem práticas sustentáveis para utilizar os recursos de maneira ambientalmente responsável, socialmente justa e economicamente viável. Mais do que isso, esses empresários tornam os negócios mais competitivos diante de seus concorrentes e ganham um valor agregado nos seus serviços.

Os donos de negócios que quiserem incluir práticas sustentáveis em seu dia a dia, podem encontrar ajuda no Sebrae. Além do apoio para a obtenção da certificação como meio de hospedagem sustentável, cujos requisitos foram estabelecidos pela norma ABNT NBR 15401, a instituição está desenvolvendo uma solução nacional para ensinar aos empresários como se tornarem sustentáveis, social, ambiental e economicamente.

Desenvolvido como piloto no Rio de Janeiro, o projeto Gestão turística sustentável para meios de hospedagem capacitou, em 2014, cerca de 40 empreendimentos relacionados a cama e café, hostels e pequenas pousadas em três municípios fluminenses: Rio de Janeiro, Búzios e Ilha Grande. Agora, a solução será replicada para todo o Brasil ainda em 2015. "Nossa ideia é que as primeiras turmas sejam formadas no início do segundo semestre", afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

A capacitação tem duração de três a seis meses e tem como referência a norma ABNT NBR 15401. Os empresários são divididos em grupos, fazem um diagnóstico da empresa, participam de oficinas coletivas e de consultorias individuais. Nos encontros em sala de aula, eles aprendem conceitos e fundamentos da sustentabilidade, são orientados sobre como podem implementar práticas sustentáveis, como devem comunicá-las para os clientes e quais os benefícios o negócio pode ter depois disso.

"Os empresários que optarem em implementar as ações sustentáveis estarão apostando em um diferencial de mercado. O conjunto de práticas adotadas pode gerar redução de custos em função do uso adequado e racional de insumos e melhoria da imagem do estabelecimento junto ao mercado, pois a sustentabilidade é a cada dia mais valorizada pelos turistas", ressalta Barretto. "Além disso, vai ampliar a colaboração com parceiros locais, pode conquistar novos clientes e, consequentemente, incrementar o faturamento da empresa", completa.

Depois de receber as consultorias e participar das oficinas, Guilherme Carames Beskow, proprietário do Hostel Maraca, no Rio de Janeiro, adotou a reutilização da água em seu estabelecimento e conseguiu reduzir o consumo em cerca de 50% e o valor da fatura mensal. "Nossa conta, que costumava ser de R$ 600, subiu para R$ 1,5 mi. Espalhamos cartazes de conscientização pela casa, passamos a recolher a água da chuva, da máquina de lavar e até do ar condicionado para usar na limpeza e na piscina, depois de um tratamento com cloro. Assim, conseguimos reduzir nosso consumo de 5 metros cúbicos por dia para 2", conta.

Guilherme também passou a fazer controles diários do consumo, o que permitiu que ele identificasse rapidamente um vazamento ocorrido em janeiro em um dos banheiros usado pelos funcionários. "Uma descarga ficou presa a noite toda e percebemos nossa média de consumo subir muito. Assim, conseguimos notar o problema rapidamente", afirma o empresário que pretende, até o meio do ano, fazer um projeto para instalação de placas de energia solar para aquecimento da água no hostel, inaugurado há 1 ano e meio e que tem 95% das lâmpadas de LED para economizar energia. "Já vi pesquisas que mostram que a maioria dos brasileiros já dá preferência para empreendimentos que se preocupam com questões ambientais. Acredito que é um mercado que ainda vai crescer, as pessoas valorizam essas práticas", ressalta.

Ao participar do projeto, os empresários também ficam mais perto de cumprir os requisitos exigidos para a certificação como meio de hospedagem sustentável, realizada por organismos de certificação acreditados pelo Inmetro. A norma técnica da ABNT foi lançada em 2006 e atualizada ano passado com a ajuda do Sebrae, que incluiu um anexo com exemplos de boas práticas que devem ser adotadas no turismo sustentável. Ela está disponível juntamente com o anexo de exemplos de práticas sustentáveis no link www.portalmpe.abnt.org.br

É necessário que o empresário faça o cadastro de sua empresa para ter acesso ao material gratuitamente. A adoção dos estabelecimentos à norma técnica é voluntária. Além disso, o Sebrae apoia os pequenos negócios com consultorias técnicas para implementação da norma por meio do Programa SEBRAETec, arcando com 80% dos custos desses serviços.

Fonte..:: Agência Sebrae



Turismo Sustentável - Informações e reservas:
Tel: (13) 3466-6905

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz>>>

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..