Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Festa de São Pedro Pescador 2013 - Ubatuba SP com a Tradicional Corrida de Canoas Caiçaras!!!


Festa de São Pedro Pescador terá mais de 20 apresentações musicais e Vila Caiçara
Começa nesta quarta-feira, 26 de junho, a 90ª Festa de São Pedro Pescador de Ubatuba, a mais tradicional da cidade. Completando 90 anos de história e tradição popular, o evento terá uma vasta programação de atrações, incluindo a novidade chamada “Vila Caiçara” aonde o público terá uma pequena mostra do que é a vida cultural na região.
Durante os cinco dias de festa se apresentarão seis grupos tradicionais – incluindo Baile de Fandango Caiçara, 15 bandas locais e uma apresentação principal, com Gabriel Sater. Além das atrações musicais, a Festa terá a tradicional Procissão Marítima, a eleição da Rainha dos Pescadores e a conhecida Corrida de Canoas.
A estrutura do evento conta ainda com uma Praça de Alimentação, onde os visitantes poderão saborear a famosa Tainha Assada. O destaque neste ano ficará por conta da redução de R$ 17,00 no preço do prato mais tradicional da Festa. “Foi um pedido do prefeito Maurício que o prato da Tainha tivesse um preço acessível a todos os turistas e, principalmente, moradores da cidade. Foi um trabalho de um mês junto com funcionários da colônia e fornecedores, para que conseguíssemos reduzir em 30% o valor cobrado pelo prato mais tradicional do evento, na comparação com o ano passado”, ressaltou o Secretário de Pesca, Maurici Romeo.
Para garantir a participação de toda população de Ubatuba, a Fundart também conseguiu junto à empresa de ônibus um aumento no número de ônibus e de horários nos dias do evento. A partir de hoje (26) até o próximo domingo, serão reservadas linhas especiais até à 1h30, garantindo o retorno da Festa para as Regiões Sul, Norte e Oeste da cidade.

Acompanhe abaixo a programação da Empresa Verde Bus para a Festa de São Pedro Pescador
Dias 26 e 27 de junho – Saindo do Terminal, da Rua Conceição.
·  01h30min. – Região Norte – Picinguaba divisa via Vila dos Pescadores
·  01h30min. – Região Sul – Tabatinga via Sertão da Quina
·  01h30min. -Região Oeste – Horto via Ipiranguinha
Dias 28, 29 e 30 de junho – Saindo do Terminal, da Rua Conceição.
Região Norte
·  01h30min. – Bairros do Puruba, Sertão do Ubatumirim e Almada.
·  01h40min. – Picinguaba Divisa via Vila dos Pescadores
Região Sul
·  01h30min. – Bairros do Rio Escuro, Corcovado e Fortaleza.
·  01h40min. – Tabatinga viaSertão da Quina
Região Oeste
·  01h30min. – Ipiranguinha
·  01h40min. – Horto via Ipiranguinha

A Festa de São Pedro Pescador
Histórico
A comemoração ao santo padroeiro dos pescadores, em Ubatuba, teve inicio no dia 29 de junho de 1923, às 10:00 horas. Foi numa sexta-feira ensolarada, quando o padre caiçara, Francisco dos Passos, celebrou a missa em altar improvisado sobre balsa confeccionada a partir de seis canoas amarradas umas às outras.
As embarcações, todas de propriedade do Senhor Antonio Atanásio, tinham os nomes de: Corcovado, Carona, Guarandí, Madalena, Flor do Mar e Guapuruvu. O improvisado altar foi fundeado a trinta metros da praia do Cruzeiro em frente ao Casarão do Senhor Gabriel Costa, onde é hoje a Praça Capricórnio (em frente ao Aeroporto “Gastão Madeira”).
Não havia, na época a imagem de São Pedro. Após 19 anos, em 1942, foi doada pelo padre alemão Hans Beil.
Antecedentes
Antes, as comemorações de S. Pedro eram realizadas nas várias praias ao longo da costa. Na cidade ocorria a novena, rezava-se durante 9 noites até o dia de São Pedro, 29 de junho. Não faltava a “alvorada”, procissão pelas ruas, com pessoas conduzindo o “fiofó” ou “fifó”, presa a um bambu, embebida com azeite de nogueira.
Após a “Alvorada”, era levantado o mastro de São Pedro, diante de uma fogueira, onde a criançada lançava galhos verdes de abricoeiro possibilitando uma sequência de estalos.
Entre os fogos, havia o “rojão de rabo”, utilizando flechas de guapuruvu. Jango Teixeira, avô do compositor e cantor Renato Teixeira, era quem detinha a arte de confeccionar esses rojões.
Após a missa, o povo se juntava ao lado da Igreja Matriz para o leilão, com as prendas doadas pela comunidade: caixa de goiabada, litro de vinho, bolo de mandioca, doces, frangos, patos, tainhas, etc.
“Até o inicio dos anos 60, a louvação a São Pedro acontecia também em frente aos ranchos de canoas”, segundo o Sr. Manoel Hilário Filho, pescador nascido em 1908.
Os pescadores, ao cercarem as tainhas, retiravam de cada cento uma “tara” (tainha maior) e doavam ao Santo. No final da tarefa era feito um pequeno leilão e com o resultado compravam rojões e no dia 29, ao meio dia, o sino da Igreja Matriz e das capelas dos bairros repicavam e espocavam rojões na frente dos ranchos, com canoas e tralhas de pesca do lado de fora pra para saudar São Pedro Pescador.
A Procissão Marítima
A Procissão Marítima, teve inicio em 29 de junho de 1954, com poucos barcos mas número grande de canoas. Novidade, o povo se aglomerou na barra do Rio Grande, acenando com lenços brancos, enquanto o foguetório anunciava a saída do andor de São Pedro conduzido pelo barco Iara, do Senhor Freitas.
Com barcos todos enfeitados com folhas de bambu, coco “pindova” e com bastante bandeiras de papel colorido a procissão se firmou. Hoje, o dia 29 de junho é feriado municipal e São Pedro é conduzido em procissão da Igreja Matriz até a barra do Rio Grande, onde, o santo é colocado no barco que lidera o cortejo marítimo, baía de Ubatuba afora, com a Bênção dos Anjóis, realizada pelo pároco, pedindo ao Santo, pescaria farta naquele ano. É momento alto da procissão.
Rainha Dos Pescadores
A partir de 1962 foi agregado à festa, o concurso da Rainha dos Pescadores, as barraquinhas, dança de quadrilha, etc. O concurso, desde seu primeiro momento, ganhou logo prestígio.
Barraca da Tainha
Em 1977 foi criada a chamada Barraca da Tainha, chegaram as entidades filantrópicas (com comidas típicas) mais apresentações de grupos de congada, xiba, música sertaneja, etc.,com palco para esses “shows”.
Ponto alto foi a Procissão Marítima que reuniu mais de 80 embarcações e a 1º Missa Campal, no morro da Prainha, celebrada pelo Frei Alberto Bissoli.

A Festa de São Pedro Pescador
Foi realizada nos locais: Ilha dos Pescadores, na Praça da Matriz, Praça de Esportes (antiga) na Av. Iperoig, junto ao Cruzeiro; na Praia do Perequê-Açú (1968) e Aeroporto. Desde 2007 a festa passou a ocupar a Praça de Eventos na Av. Iperoig, ganhando maior espaço e conforto. Em 2009 reuniu público de mais de 50 mil pessoas em seus cinco dias de realização.
Com a criação da FUNDART – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, em 1987, a instituição passou a organizar a festa, promovendo inclusive a corrida de canoas entre os pescadores e o levantamento de mastro com efígie de São Pedro, na hora da missa.
(evento_programação)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz>>>

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..