Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

O Cruzador Almirante Barroso e a pioneira transmissão de telégrafo sem fio



Por..::  Laire José Giraud 

Poucos sabem que Marinha do Brasil foi a pioneira na transmissão de telégrafo sem fio no País. O legendário cruzador “Barroso” fez essa comunicação inédita nos dias 26 e 28 de setembro de 1905. Ele deixou a barra do Rio de Janeiro e transmitiu os sinais telegráficos para a famosa Ilha Fiscal, local onde aconteceu o último baile do Império, cinco dias antes da proclamação da República.

O cruzador Barroso, de 1895, passando pela Ponta da Praia na altura da Fortaleza da Barra Velha, em 1912. Cartão-postal raro. Acervo L.J.Giraud
O Barroso foi a belonave escolhida pela Marinha para receber a primeira estação de telégrafo sem fio do Brasil. O navio foi construído na Grã-Bretanha pelo estaleiro Armstrong Mitchell, media 100 metros de comprimento, deslocava 3.446 toneladas, e uma tripulação composta 307 homens. Foi comissionado em 1895.
O aparelho transmissor era da marca Telefunken, de fabricação alemã, e era considerado um dos melhores do mundo. Mas nem tudo isso foi suficiente para satisfazer os incrédulos. Eles diziam que era impossível enviar e receber mensagens sem fio.

Até depois desse grande sucesso, esses incrédulos chegaram a afirmar que houve entendimento prévio entre as partes, que saberiam antecipadamente o teor das mensagens enviadas. Os ímpios só acreditavam no telégrafo com fio, que já estava em uso já há alguns anos.

Além do pioneirismo na telegrafia sem fio, o Barroso participou de várias _missões. Em 1900 conduziu o Presidente Campos Salles em visita oficial à Argentina, fizeram parte da escolta o encouraçado Riachuelo e o cruzador-torpedeiro Tamoyo. Em 1907 foi ao Oceano Pacífico para visita ao Chile. Participou em 1908 da famosa parada naval de Hampton Roads – Estados Unidos, onde desfilaram belonaves das principais nações do mundo. Nesse mesmo ano teve a incumbência de trazer do Uruguai para o Brasil os restos mortais do seu patrono, Francisco Manuel Barroso da Silva, Barão do Amazonas (1804-1882). – Herói da Batalha Naval do Riachuelo, no dia 11 de junho de 1865.


(fotos_antigas, fatos_históricos)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz>>>

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..