Turismo Consciente do Litoral de São Paulo = Blog Caiçara!.............Caiçara Expedições Agência de Viagens e Turismo...........Receptivo Baixada Santista - Litoral de São Paulo....Seja Bem Vindo!

..:: Pesquisa Blog Caiçara ::..

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

a História da Cidade Ocian na Praia Grande SP


Foto aérea da Praia Grande na década de 50

Até o início da década de 50, o atual município de Praia Grande era apenas uma vila da desenvolvida cidade de São Vicente.

 Comparada à Praia Grande, São Vicente era uma cidade desenvolvida na década de 50 (Foto de 1955)

A partir do Boqueirão, tinha início uma  faixa contínua de areia que continuava a perder de vista, onde bois ainda ajudavam no arrasto das redes dos pescadores que buscavam seu sustento.

Bois ajudando a recolher redes de arrasto na Praia Grande, na década de 40

Desde 1914 a Ponte Pênsil atravessava o Canal do Mar Pequeno, facilitando o acesso terrestre à Praia Grande, mas curiosamente, o objetivo principal da Ponte não era simplificar o acesso de turistas, e sim transportar o esgoto coletado em São Vicente e Santos até a então longínqua Ponta de Itaipu, onde seria despejado no mar.

Ponte Pênsil, uma das mais emblemáticas obras de Engenharia brasileira do início do século XX

Conheça a interessante história da Ponte Pênsil AQUI

Com exceção do Boqueirão, onde havia algum movimento, apenas os mais aventureiros arriscavam-se com suas famílias em direção ao sul, por precárias estradas de terra ou pelas traiçoeiras areias da praia.

Foto do Hotel dos Alemães, ponto de encontro principal da Praia Grande durante as décadas de 20 e 30.

Restaurante Lagostas, em foto da década de 50. 
A sofisticação finalmente chegava à Praia Grande

Porém, jovem construtor Roberto Andraus foi o primeiro a perceber o potencial da região, e antecipando o desenvolvimento que fatalmente viria nos anos posteriores, idealizou a construção de uma cidade ao sul da vila de Praia Grande, numa área pantanosa conhecida como Sítio Ubatuba, que havia sido herdada desde a época anterior à Abolição da Escravatura.

A Praia Grande e seus grandes espaços durante a década de 50 - Bairro Flórida

Irrealizável e impossível eram apenas alguns dos adjetivos que seus críticos comumente usavam para descrever o projeto de Roberto, que contra tudo e todos cercou-se de bons profissionais para idealizar um moderno e organizado conjunto de 22 prédios, com completa infraestrutura.  

Foto aérea da Cidade Ocian, década de 50.
Vale observar os automóveis na faixa de areia

Da abreviação do nome de sua empresa, a Organização Construtora e Incorporadra Andraus Ltda, surgiu o sugestivo nome do empreendimento, CIDADE OCIAN.

Caixa d'Água da Cidade Ocian na época de sua inauguração
A água era captada nos rios que passavam pela região

Foi necessário 1 ano para que as lagoas onde se pescavam traíras fossem aterradas, e em 1954, tapumes à beira da praia anunciavam a venda de modernos apartamentos. Uma eficiente campanha de marketing despertou o interesse de uma multidão que dirigia-se como podia ao local para realizar o sonho de uma "casa de praia" com um nível de conforto só possível nas grandes cidades. Pela primeira vez uma campanha deste tipo era veiculada no rádio, revistas e jornais.

A linha de ônibus que ia de São Vicente até a Cidade Ocian, também na década de 50

Logo foi necessário expandir o precário serviço de ônibus que ia até o "Campo de Aviação", e uma linha regular foi instalada saindo de São Vicente a cada duas horas. O itinerário muitas vezes era alterado durante a maré alta, atrasando ainda mais a viagem. Era muito comum que os tratores de Andraus tivessem que interromper as atividades para resgatar motoristas atolados nas areias da praia, torcendo pelo salvamento antes que seus veículos fossem levados pela maré.

Foto da inauguração da Cidade Ocian, com Roberto Andraus e autoridades paulistas

Finalmente, em 27 de maio de 1956, era inaugurada com a presença de várias autoridades, a Cidade Ocian. Um churrasco foi servido para mais de 6.000 moradores dos 1.600 apartamentos, que eram inaugurados com água, esgoto, eletricidade, serviço de incineração de lixo, policiamento e comércio básico instalado.

A tranquilidade da Cidade Ocian em Cartão Postal do início da década de 60

Durante quase cinco anos, a Cidade Ocian foi considerada a mais moderna e arrojada cidade brasileira, título perdido apenas em 1960, com a inauguração de Brasília, a nova capital federal.

Helicóptero da Incorporadora Andraus chamando atenção na Cidade Ocians (década de 70)

O sucesso do Cidade Ocian, que na época era chamada de "Sereia do Atlântico" incentivou a especulação imobiliária em toda a Praia Grande, trazendo uma série de empreendimentos por toda a costa, desde o Boqueirão até Mongaguá, transformando para sempre o litoral sul paulista, para o bem e para o mal.

Os mesmos prédios da Cidade Ocian hoje
Google Maps

Hoje, os 22 edifícios originais da Cidade Ocian escondem-se na intrincada paisagem urbana da Praia Grande, mas 60 anos depois ainda permanecem por ali, observados por Netuno, testemunha muda de décadas dos altos e baixos desta região, presente na memória afetiva de uma grande parte dos paulistas.

 Os prédios originais da Cidade Ocian continuam por lá...


Roberto Andraus, a curiosa história do empreendedor marcado por uma tragédia, que construiu uma cidade no litoral paulista

A noite do dia 24 de fevereiro de 1972 foi muito triste para todos os paulistanos, especialmente para o construtor Roberto Andraus. Depois de dar várias entrevistas, em uma cidade às escuras e com um onipresente odor de fumaça, tentava entender a extensão da tragédia que se abatera no Edifício que levava o nome de sua família, o Andraus.

O Edifício Andraus durante o incêndio de 1972 e em foto mais recente 40 anos depois, várias repartições municipais e federais funcionam em suas dependências.

Construído em 1962, foi consumido pelas chamas em poucas horas, mas graças à sua estrutura central de concreto e o Heliporto localizado na cobertura, muitas vidas puderam ser salvas pelos corajosos profissionais que arriscaram suas vidas para salvar centenas de pessoas.

Muitas pessoas foram salvas pelos bravos pilotos de helicópteros que arriscaram suas vidas.
Na época, a frota de Helicópteros era de apenas 20 aeronaves, mas mesmo assim foi a maior operação de resgate aéreo protagonizada por pilotos civis da história

Porém, o construtor que teve o sobrenome marcado por uma das maiores tragédias que a cidade de São Paulo já presenciou, mereceria ter seu nome associado ao seu empreendimento mais arriscado e bem sucedido, que mudou para sempre o perfil do litoral sul do Estado de São Paulo: a CIDADE OCIAN.

Fonte..:: RioBlog

(fotos_antigas, fatos_históricos)

Para Passeios Roteiros de Turismo em Praia Grande e Região









Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Caiçara Expedições agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz>>>

Prêmio Top Blog 2013/2014

Prêmio Top Blog 2013/2014
1º lugar "Oscar dos Blogs Brasileiros" na categoria Viagem e Turismo Profissional, pelo voto popular.

..:: Últimos Posts ::..

..:: O nós é feito de eus ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..

..:: Feito com Muito Carinho ::..